AIPA

Francesa promove campanha em prol dos desfavorecidos

Corinne Joliot não quis ficar indiferente ao ambiente social e cultural que a rodeia e resolveu avançar com uma campanha de solidariedade que visa contribuir para atenuar as privações de que são alvo os menos favorecidos. Geralmente quando o homem é confrontado com situações de crise, como é o cenário actual, curiosamente é quando se revela mais solidário. O caso que a seguir se relata pode ser justamente o exemplo acabado desta realidade. A protagonista da nossa história é de origem francesa. Chama-se Corinne Joliot, está há dez anos a residir nos Açores e casou com um micaelense do qual tem três filhos. Depois de proceder a uma limpeza em casa, Corinne Joliot resolveu doar parte da sua roupa à Casa do Povo do Livramento, com a indicação de que fosse entregue a um família necessitada. Dias depois recebeu a informação de que toda a roupa fora dada a uma família que padecia de “grandes necessidades”. “Só ter recebido os seus agradecimentos invadiu-me de uma felicidade que não consigo explicar”, declara Corinne. Entretanto, perdeu o seu emprego numa agência de viagens, no mês de Janeiro. Para não ficar inactiva decidiu avançar com esta iniciativa: “grande escala”. A Junta de Freguesia do Livramento, Associação de Pais e Encarregados de Educação do Livramento da Escola II, bem como o Clube Motard Tempo Livre manifestaram-se logo disponíveis para apoiar esta campanha de solidariedade. “Começamos as recolhas depois de se ter feito uma divulgação só ao nível das escolas, aos sábados”, explica a jovem francesa. Ficaram entretanto surpreendidos com o sucesso da iniciativa. Resultado, estão neste momento na posse de muita roupa em armazém. Mas nunca é de mais. O passo seguinte é colocar a roupa à venda, pelo preço mínimo de 1 euro. Vão vender toda a roupa em seu poder no sábado, das 11 às 15h00, no Salão da Junta de Freguesia do Livramento. Todo o dinheiro será entretanto usado para a compra de cadeiras de rodas que serão atribuídas a famílias com elementos portadores de deficiências. Clara Dâmaso, do Grupo Motard Sempre Livre, sublinha que “costumamos sempre abraçar estas iniciativas”. “Também gostamos de ajudar, colaborando agora com a Corinne que está a promover uma iniciativa muito bonita. Vamos tentar que todos nos ajudem e nos apoiem nesta causa”, refere. Quem pretender, pode contribuir para esta causa sem ter que sair de casa. Basta ligar para o telemóvel 926493235. Fonte: AO

Publicado: Quinta, 30 Abril, 2009

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter