AIPA

César sensibilizado com o Uruguai

O presidente do Governo Regional dos Açores manifestou-se ontem especialmente sensibilizado com a “afectividade e calor humano” com que foi recebido à sua chegada ao Uruguai, no início de uma visita ao país que acolheu os primeiros emigrantes açorianos em meados do século XVIII. Segundo nota veiculada pelo Gabinete de Apoio à Comunicação Social da Presidência do Governo, que acompanha a visita, Carlos César sublinhou que a sua visita ao Uruguai não se destina apenas a trazer um “abraço açoriano” mas também a “receber abraços”. A comitiva de Carlos César era aguardada no aeroporto de Montevideu pelo embaixador de Portugal, Garrido Serra, pelo conselheiro das Comunidades Portuguesas, Luís Panasco, por dirigentes da Casa de Portugal e por descendentes dos primeiros emigrantes originários dos Açores. Acompanhado de sua esposa, Luísa César, do secretário regional da Presidência, Vasco Cordeiro, da directora regional das Comunidades, Alzira Silva, do antigo governante Francisco Coelho e do deputado social democrata José Manuel Bolieiro, presidente da Comissão Parlamentar Regional de Política Geral, o presidente do Governo dos Açores vai manter contactos com dois ministro do Governo do Uruguai - Turismo e Desporto e Relações Externas-, com dirigentes da comunidade de origem açoriana e participar em várias iniciativas de carácter social e cultural. No início da visita, conforme o mesmo comunicado, a primeira de um presidente do Governo ao Uruguai, César acrescentou que a recepção que lhe foi proporcionada no aeroporto constituiu uma “recuperação instantânea” de uma histórica presença açoriana ainda viva e que o seu executivo pretende se mantenha, apostando, para tanto, no lançamento de “instrumentos e processos organizacionais” que fomentem as relações entre governos e instituições. No plano institucional, só há dois, três anos é que a Direcção Regional das Comunidades “descobriu” a presença açoriana no país e agora “não a podemos deixar”, afirmou. Para Carlos César as relações com o Uruguai podem trazer vantagens a Portugal, particularmente no que se refere à organização, em Lisboa, em 2009, da Conferência Ibero-Americana. O presidente açoriano recordou que vai entregar às autoridades de Montevideu mensagens do primeiro-ministro português para o Presidente da República do Uruguai e do presidente da Assembleia da República para o presidente da Câmara dos Deputados. Nos encontros que tem agendado com os responsáveis do Governo do Uruguai – o primeiro dos quais previsto para sexta-feira com o ministro do Turismo e do Desporto, Héctor Lescano –, César disse que vai tratar de assuntos relacionados com uma cooperação bilateral que permita a abertura de canais para relações empresariais.||

Publicado: Segunda, 15 Janeiro, 2007

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter