AIPA

Presidente do Governo Regional quer intensificar contactos com comunidades de origem açoriana da América do Sul

Carlos César, disse ontem aos jornalistas que a sua próxima deslocação ao Uruguai e Argentina, de 18 a 24 do corrente, se destina a dar visibilidade e estabelecer relações com comunidades de origem açoriana no Uruguai, que se estabeleceram naquele país, idas do Brasil. O Uruguai, situado a Sul do Brasil era, nessa época, alvo de uma disputa de domínio territorial entre Portugal e Espanha, resolvida mais tarde, a favor dos espanhóis, com o Tratado de Madrid, ali tendo permanecido as 55 famílias de origem açoriana que lá se tinham instalado, essencialmente na actual cidade de San Carlos, no Departamento de Maldonado. Essa cidade, onde as raízes açorianas são testemunhadas, designadamente, pelo nome de uma das suas praças – “Praça Ilhas dos Açores” – e por festividades anuais de referência às origens açorianas, será, por isso, palco de parte importante das iniciativas programadas para a visita. Em declarações à margem da apresentação do QRESA – Quadro de Referência Estratégico dos Açores 2007-2013, o presidente do Governo considerou esta deslocação um oportunidade de “explorar aspectos da nossa visibilidade no exterior, e de reconhecimento de sinais de uma presença açoriana que, cada vez mais se confirma, é notável e verdadeiramente desproporcional em relação à dimensão regional”. Carlos César é portador de uma mensagem do primeiro-ministro português, José Sócrates, dirigida ao Presidente da República do Uruguai, e outra do presidente da Assembleia da República, Jaime Gama, destinada ao presidente da Câmara de Deputados. O chefe do executivo açoriano vai ser recebido pelos ministros uruguaios do Turismo e Desporto e das Relações Exteriores, simultaneamente presidentes dos partidos da Democracia Cristã e Socialista, partidos que integram a coligação governamental uruguaia, e será convidado de honra de um almoço na Embaixada de Portugal em Montevideu, oferecido pelo embaixador Garrido Serpa. A delegação açoriana vai, ainda, cumprir um programa que inclui visitas a instituições de raízes açorianas, a inauguração de uma exposição fotográfica sobre as ilhas (versão mais reduzida de “Nove Ilhas, Nove Fotógrafos”) e a participação em diversas iniciativas de carácter social e cultural relacionadas com a origem açoriana da comunidade de San Carlos. No último dia da visita, 23 de Janeiro, Carlos César vai jantar com responsáveis de onze associações portuguesas, em Buenos Aires, onde terá oportunidade de auscultar os anseios da comunidade portuguesa da capital da Argentina, que depois transmitirá ao Governo da República. FONTE:DA

Publicado: Domingo, 14 Janeiro, 2007

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter