AIPA

Santuário de Fátima assinalou Dia Mundial do Migrante e do Refugiado

Texto: Agência Ecclesia | Foto: Direitos Reservados 

O Santuário de Fátima assinalou este domingo, em todas as suas celebrações, o 103º Dia Mundial do Migrante e do Refugiado, que o Papa decidiu dedicar este ano aos “migrantes menores de idade, vulneráveis e sem voz”.

Na homilia da missa dominical na Basílica da Santíssima Trindade, o bispo emérito da diocese de Portalegre-Castelo Branco, D. Augusto César, evocou a situação de milhares de migrantes e refugiados, “sujeitos ao capricho do tempo e à dureza cruel da guerra”, provocada por aqueles “que acham que a violência é a única forma de ultrapassar os problemas”.

“Sejamos atentos e disponíveis e façamos como o evangelista João deixando-nos iluminar pela luz da ressurreição para sabermos iluminar o mundo”, disse o prelado, citado pela sala de imprensa do Santuário de Fátima.

 

A Missa em que participaram o presidente da Cáritas Portuguesa, Eugénio Fonseca, e a diretora da Obra Católica Portuguesa de Migrações, Eugénia Costa Quaresma, foi concelebrada pelo reitor do Santuário de Fátima e nela participaram milhares de pessoas.

Publicado: Tera, 17 Janeiro, 2017

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter