AIPA

Conhecida por todos por “Val” , reside nos Açores há 18 anos e tem sido, em conjunto com o marido, um autêntico porto de abrigo para muitos brasileiros.

Conhecida por todos por “Val” , reside nos Açores há 18 anos e tem sido, em conjunto com o marido, um autêntico porto de abrigo para muitos brasileiros.

Foi uma conversa deliciosa e cheia de vida com a baiana Rosilvada Calmon Veiros. Conhecida por todos por “Val” , reside nos Açores há 18 anos e tem sido, em conjunto com o marido, um autêntico porto de abrigo para muitos brasileiros.

 

Foi no Salvador da Bahia que se apaixonou e começou a namorar o marido, Fernando Veiros, que nasceu em Lobito, Angola, mas que em 1974 emigrou para o Brasil. Depois de uma breve passagem pelo Rio de Janeiro e Minas Gerais, fixou depois residência na Bahia. Corria o ano de 1989, quando “Val” disse o “sim” ao Fernando, na Igreja da Nossa Senhora da Luz, no lindo cenário de Pitubo.

No início do ano de 90, o marido veio visitar um primo que, entretanto, estava a residir anos Açores. Gostou e antes de regressar ao Brasil deixou o seu currículo numa empresa regional e pouco tempo depois recebia um telefonema para fazer as malas com destino à Ilha de São Miguel. A Val, veio poucos meses depois e já tem dois filhos: “ legítimos açorianos” como afirma orgulhosamente: O Alano de 12 e o Iani de 2. 

No início as coisas não foram fáceis, confessa a Val, enquanto ajeita a bandeira do Brasil que em conjunto com outros artefactos ajudam a decorar a seu estabelecimento comercial “ Sabor Brasil” onde se pode encontrar um pouco do Brasil, no centro comercial “Nobrega, no coração de Ponta Delgada. Abraçou o projecto há pouco mais de 2 anos e tem correspondido, como ela mesmo afirma com “ não dá para ficar rico mas tem sido uma experiência gratificante contribuir para divulgar o Brasil”

“Sabor Brasil” nasceu por necessidade. Precisava de muitos produtos brasileiros e não encontrava nada. Precisava de joiba para kibe para o Croquete de carne não encontrava; queria o meu feijão do brasil também não tinha e a mesma coisa se passava com a carne seca, óleo de dendê, casquinha de siri etc. Então resolvi abraçar este projecto onde os brasileiros e açorianos podem encontrar todos esses produtos e muitos outros. A última novidade do “Sabor Brasil” é a água de coco e está ansiosamente à espera da autorização da Câmara Municipal de Ponta Delgada para vender água de Coco na Rua, contribuindo para um verão mais animado.

E como ficamos com água da boca e maravilhados com a conversa, não resistimos a perguntar como não resistimos a perguntar a Val o que é que a baiana tem? Responde a Val com ajuda da Amanda, igualmente baiana e que está a trabalhar com ela no “Sabor Brasil”. A baiana “tem garra…mas tem, sobretudo, axê”, disseram praticamente em corro. É isso, mesmo Val, tu tens mesmo Axê, ou seja, tem energia positiva.Pensa ir de férias no próximo ano ao Brasil e no carnaval preferencialmente, para fazer jus ao carnaval baiano “ Só não vai quem já morreu”

No fim deixa uma mensagem “ No início as coisas são difíceis para todos, quando estamos a viver num outro país. Mas com dignidade, carácter e trabalho é possível vencer as dificuldades da vida”

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter