AIPA

Cabo Verde - Remessas dos emigrantes atingiram 94,5 milhões de euros em 2008

Cidade da Praia - As remessas dos emigrantes cabo-verdianos em 2008 atingiram 10,4 milhões de escudos cabo-verdianos (cerca de 94,5 milhões de euros), continuando os residentes em Portugal a liderar os envios de dinheiro, com 3.138 milhões de ECV (28,4 milhões de euros). Os dados foram divulgados hoje (segunda-feira) pelo Banco de Cabo Verde (BCV), indicando que, em 2008, as remessas aumentaram 265,3 milhões de ECV (2,4 milhões de euros) em relação a 2007 (10,1 milhões de ECV - 92,1 milhões de euros), o que corresponde a uma subida de 2,6 porcento. O montante global das remessas dos emigrantes continua, tal como nos anos anteriores, a situar-se nos cerca de nove porcento do Produto Interno Bruto (PIB) de Cabo Verde, estimado em 2007 em 115.200 milhões de ECV (1.044 milhões de euros). Em 2007, a comunidade cabo-verdiana residente em Portugal enviou 3.094 milhões de ECV (28 milhões de euros), pelo que, em 2008, registou-se um aumento de 1,2 porcento (400 mil euros). Segundo os dados do BCV, depois das remessas enviadas pela comunidade cabo-verdiana em Portugal surge a verba enviada pelos emigrantes em França (2.276 milhões de ECV - 20,6 milhões de euros) e nos Estados Unidos (1.474 milhões de ECV - 13,3 milhões de euros), cujas receitas caíram 12 porcento em 2008. Acima da fasquia dos mil milhões de ECV, situam-se ainda as remessas oriundas da Holanda, com 1.206 milhões de ECV (10,9 milhões de euros), constando ainda na lista das 11 maiores comunidades as residentes em Itália, Espanha, Luxemburgo, Reino Unido, Suíça, Alemanha e Angola (52,7 milhões de ECV - 477 mil euros). Tendo em conta os dados do BCV, a economia cabo-verdiana desenvolveu-se significativamente desde o final da década de 1990, devendo-se sobretudo ao aumento das remessas dos emigrantes, estimados em cerca de 520 mil, contra os pouco mais de 490 mil cidadãos que vivem no arquipélago.

Publicado: Tera, 14 Abril, 2009

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter