AIPA

Agenda de Lagos: Associações querem que o Pacto Sarkosy caia

Os representantes de 60 associações de imigrantes em Portugal, reunidos no seu terceiro fórum que ontem terminou em Lagos, declararam o "repúdio face ao Pacto de Sarkozy". Considerando-o orientador de uma "política comum da União Europeia em que a selectividade dos imigrantes, a criação de barreiras políticas administrativas e físicas aos fluxos migratórios, aliada à actual ineficácia das regras de imigração legal e à repressão dos que estão em situação irregular, são características dominantes". Nesse sentido, contestam, num documento denominado "Agenda de Lagos", o "conteúdo da Directiva do Retorno, em especial as medidas repressivas, securitárias e potencialmente violadoras dos Direitos Humanos". Estes apelam ainda para a urgência de contemplar uma "solução global para os imigrantes indocumentados da União Europeia". "Vamos utilizar todos os mecanismos no sentido de passar a mensagem para que o "Pacto de Sarkozy" caia. Ao também aprovar esse documento, o governo português entrou em contradição até com aquilo que estava a evidenciar.

Publicado: Tera, 28 Outubro, 2008

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter