AIPA

Governo cria dois novos núcleos para integrar imigrantes

Texto: Notícias ao Minuto | Foto: Direitos Reservados 

O Governo criou dois novos núcleos no Alto Comissariado para as Migrações, um para gerir os fluxos migratórios e captar imigrantes e o outro para assegurar a integração dos que já vivem em Portugal.

No Diário da República desta quinta-feira, a Presidência do Conselho de Ministros afirma que o Núcleo de Relações Internacionais, do Departamento de Relações Internacionais, Política Migratória e Captação de Migrantes, tem como objetivo "assegurar uma gestão coordenada e integrada dos fluxos migratórios".

Entre as funções atribuídas ao novo organismo, que será coordenado por Eduardo Quá, estão "promover e valorizar a imagem internacional de Portugal enquanto destino de migrações", "facilitar a circulação de capital humano no espaço lusófono" e "articular com os demais organismos do Estado o contacto e identificação de portugueses emigrantes na diáspora".

O ACM decidiu ainda criar o Núcleo para o Diálogo Intercultural, do Departamento de Apoio à Integração e Valorização da Diversidade, para assegurar "a promoção dos direitos e interesses dos imigrantes, seus descendentes e grupos étnicos, de modo a contribuir para a sua plena integração e inserção".

 

Este núcleo terá como funções, entre outras, sensibilizar a opinião pública "para a importância da diversidade cultural e da interculturalidade, valorizando e promovendo o diálogo inter-religioso", combater a discriminação dos imigrantes e promover "um melhor aproveitamento do seu potencial e competências" e contribuir para "uma melhor articulação com a política de emprego".

Publicado: Sexta, 18 Novembro, 2016

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter