AIPA

Angola comemora hoje 41 anos de independência nacional

Após 500 anos do domínio português, no dia 11 de novembro de 1975, às 23 horas, a voz de Agostinho Neto emitia: "diante de África e do mundo proclamo a Independência de Angola”.

Por todo o país, decorrem atividades políticas, desportivas, culturais, inaugurações de vários empreendimentos económicos e sociais para comemorar o dia da Independência Nacional.

No entanto, passados 41 anos, muitos angolanos reclamam ainda por mais oportunidades e melhores condições de vida.

O país tem vastos recursos naturais, como grande reservas de minerais e de petróleo e, desde 1990, sua economia tem apresentado taxas de crescimento que estão entre as maiores do mundo, especialmente depois do fim da guerra civil. Mas, os padrões de vida angolanos continuam baixos; cerca de 70% da população vive com menos de dois dólares por dia, enquanto as taxas de expectativa de vida e mortalidade infantil no país continuam entre os piores do mundo, além da presença proeminente da desigualdade económica, visto que a maioria da riqueza do país está concentrada em um setor desproporcionalmente pequeno da população.

Publicado: Sexta, 11 Novembro, 2016

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter