AIPA

Bruxelas falha no plano de recolocação de refugiados

Texto: Euronews | Foto: Direitos Reservados 

Era para ser o elemento-chave na luta de Bruxelas contra a crise migratória que atingiu a Europa. O elevado número de mortos no Mediterrâneo e os refugiados rumo ao norte da Grécia, aumentaram a pressão sobre a Comissão Europeia que se viu obrigada a agir.

Na tentativa de diminuir o fluxo migratório em países como a Itália e a Grécia, a Comissão Europeia anuncia, em setembro de 2015, um conjunto de propostas para solucionar a crise. 

Uma das propostas passava pela recolocação de 160.000 pessoas com necessidades evidentes de proteção internacional em Estados da União Europeia. Ao mecanismo de recolocação permanente, somava-se uma lista comum europeia de países de origem seguros, um fundo fiduciário para África e, entre outras, a publicação de um Manual Comum do Regresso.

“Não obstante a nossa fragilidade e a perceção das nossas próprias fraquezas, a Europa é de facto considerada atualmente como uma terra de refúgio e de exílio. Trata-se de algo de que nos podemos orgulhar, embora não esteja isento de dificuldades. A resolução da crise dos refugiados é, e deve continuar a ser, a nossa principal prioridade. A decisão de recolocar 160 000 pessoas que se encontram nos Estados-Membros mais afetados é uma primeira, genuína e louvável expressão da solidariedade europeia. Contudo, não se pode ficar por aqui. Chegou o momento de assegurar uma intervenção mais ambiciosa, determinada e concertada por parte da União Europeia, das suas instituições e de todos os seus Estados‑Membros” afirmava Jean-Claude Juncker, Presidente da Comissão Europeia. 

Mas um ano depois, a recolocação de migrantes só funcionou para, apenas, 4.400 migrantes.

 

O diretor da Amnistia Internacional para a Europa atribui este fracasso aos líderes europeus que se revelaram incapazes de fazer cumprir os compromissos assumidos pelos diferentes Estados-membros. Uma situação que John Dalhuisen atribui, ainda, à falta de solidariedade.

Publicado: Sexta, 09 Setembro, 2016

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Jantar - Paladares do Mundo
No pr&o...

Saber Mais

Subscreva a nossa newsletter