AIPA

Naufrágio de migrantes ao largo da Líbia faz 20 a 30 mortos

Texto: Observador | Foto: Direitos Reservados 

Um novo naufrágio ao largo da costa líbia fez “entre 20 e 30 mortos”, disse à agência France Press o capitão Antonello de Renzis Sonnino, porta-voz da Operação Sofia, a força naval europeia contra o tráfico humano.

“Um avião luxemburguês localizou a cerca de 35 milhas (65 quilómetros) da costa da Líbia uma embarcação que adornou, com cerca de uma centena de migrantes na água ou agarrados aos destroços. Os mortos estimados são entre 20 e 30 pessoas”, declarou a mesma fonte.

O avião deu o alerta e, em seguida, “um segundo aparelho, espanhol, deslocou-se ao local e largou um kit de socorro”, acrescentou o militar.

Dois navios da guarda costeira italiana e um navio espanhol, o “Reina Sofia”, aproximaram-se dos migrantes na água e socorreram mais de 80. As operações de resgate prosseguem.

Este novo drama ocorre no dia seguinte ao de uma tragédia semelhante na sequência da qual morreram cinco pessoas quando a embarcação onde seguiam adornou também.

Centenas de pessoas que seguiam nesta embarcação caíram à água e 562 foram salvas pela marinha italiana, que divulgou imagens do acontecimento.

De acordo com os números do Alto Comissariado para os Refugiados (HCR) de 25 de maio, 37.785 pessoas chegaram a Itália desde o início do ano.

 

No mesmo período, 1.370 migrantes e refugiados perderam a vida na tentativa de atravessar o Mediterrâneo com destino à Europa, um número que representa uma queda de 24 pontos percentuais em relação ao mesmo período em 2015 (1.792), fez saber na passada terça-feira a Organização Internacional para as Migrações (OIM).

Publicado: Sexta, 27 Maio, 2016

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter