AIPA

Quase 100 mil crianças desacompanhadas

Texto: Fátima Missionária | Foto: Direitos Reservados 

Novos dados revelam registo de 96.500 de crianças refugiadas e migrantes desacompanhadas que pediram asilo por toda a Europa em 2015. A UNICEF pediu medidas urgentes para proteger estas crianças por causa de riscos sérios de abuso, exploração e tráfico.

«As crianças não acompanhadas estão a cair entre as brechas [do sistema]», disse Marie Pierre Poirier, coordenadora especial da UNICEF para Refugiados e Migrantes falando da crise na Europa, através de um comunicado de imprensa.

«Muitos simplesmente fugiram de centros de acolhimento para se juntar às suas famílias enquanto esperam, ou porque não tiveram uma audiência completa para determinar os seus interesses ou não viram os seus direitos serem-lhes explicados», acrescentou Marie Pierre Poirier.

 

 A UNICEF destacou que, de acordo com estimativas da Interpol, uma em cada nove das crianças refugiadas e migrantes desacompanhadas está desaparecida ou em falta, e estima-se que os valores possam ser muito mais elevados.

Publicado: Segunda, 09 Maio, 2016

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter