AIPA

Mais de 400 refugiados afogados no Mediterrâneo

Texto: Noticias ao Minuto | Foto: Direitos Reservados 

Mais de 400 migrantes terão morrido esta segunda-feira no Mediterrâneo, enquanto seguiam de barco do Egito para Itália, avança o presidente italiano, Sergio Mattarella. Os migrantes viajavam em quatro embarcações naufragadas ao largo do Egito.

O Telegraph noticia que os migrantes fugiam da Somália, Etiópia e Eritreia.

As autoridades conseguiram salvar apenas cerca de 108 migrantes e seis corpos já foram recuperados de uma embarcação parcialmente submersa, segundo fontes da imprensa local e da BBC Arabic. A guarda-costeira italiana indica ainda que não são conhecidos pormenores do acidente.

O presidente italiano chamou também a atenção para a necessidade de reflectir perante “outra tragédia no Mediterrâneo na qual parecem ter morrido centenas de pessoas”.

 

A notícia chega no dia em faz um ano que se deu o maior desastre migratório também no Mediterrâneo, em que 800 refugiados morreram numa embarcação no Canal da Sicília, próximo da costa líbia.

Publicado: Segunda, 18 Abril, 2016

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter