AIPA

"Devolvidos a Cabo Verde", uma reportagem do Público

Foto: Rui Gaudêncio/Público/ Direitos Reservados 

"Devolvidos a Cabo Verde" é uma reportagem do Público, realizada pelas jornalitas Catarina Gomes e Vera Moutinho, na ilha de Santiago, e que fala sobre a expulsão de cabo-verdianos de Portugal. A peça apresenta-nos com testemunhos pessoais experiências da deportação a Cabo Verde, um arquipélago que para alguns casos nada diz.

A reportagem fala também sobre o caso açoriano dos deportados dos Estados Unidos da América. Um exemplo de acolhimento que o governo de Cabo Verde tentou seguir.

"Portugal deporta-os porque cometeram crimes ou por falta de documentos. Há pessoas que ficam “à deriva no aeroporto”. Como o caso do senhor expulso ainda com a pulseira de internamento em Psiquiatria no Hospital de Santa Maria. As autoridades cabo-verdianas falam em “violação dos direitos humanos”.

No dia apontado para sair em liberdade condicional, a 20 de Março de 2015, Isolino Tavares Rocha foi deportado para Cabo Verde. Na prisão, regras são regras, ele sabe, com tantos anos que leva atrás de grades — preso há sete, três condenações por tráfico de droga.

Quando as portas da cela se fecham, às 19h00, não há nada a fazer. Não pode telefonar a ninguém, à família, à advogada, “não abrem nem para ir ao hospital”. Por isso, não protestou quando lhe disseram: “O SEF vem buscar-te às 4h30 da manhã. Tem as coisas prontas.” “Vou para Cabo Verde? “Eles é que decidem se ficas ou vais.” Obedeceu.

Arrumou o que tinha na cela, o que as regras deixam que tenha — pouco mais do que duas calças de ganga, dois calções, um casaco e dois pares de ténis — e pôs tudo dentro de um daqueles sacos pretos de pôr o lixo. Na cela não se pode ter malas, é outra regra. Não dormiu, esteve pronto nove horas e meia (...)"

Leia ou veja a reportagem aqui

Publicado: Segunda, 22 Fevereiro, 2016

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter