AIPA

Uma política comum de migração e de asilo solidárias

Texto: Agência Ecclesia | Foto: Direitos Reservados 

Os representantes europeus das missões católicas de Língua Portuguesa exortaram, esta quinta-feira, a União Europeia a elaborar uma “política comum de migração e de asilo solidárias”.

No encontro que decorre na cidade italiana de Brescia, os 55 agentes pastorais comprometidos nas comunidades católicas de língua portuguesa na Europa regozijaram-se também com “a grande mobilização da sociedade civil” e “das organizações cristãs, em vista de um acolhimento concreto de emergência e prática de gestos de boas-vindas a todos, independentemente da futura atribuição ou não do estatuto de refugiado”, lê-se na nota enviada à Agência ECCLESIA.

A iniciativa que decorre até esta sexta-feira e começou a 19 deste mês conta com representantes de 7 países europeus que recordaram “as situações históricas de acolhimento de que a emigração lusófona” beneficiou, desde o início dos anos sessenta até aos nossos dias.

Perante a situação atual, os representantes sublinharam que deviam “tudo fazer no sentido de que o atual êxodo forçado de migrantes e refugiados que procura a Europa, fugindo à guerra, à perseguição, à fome e à morte, seja acolhido com dignidade e humanidade num espírito generoso de partilha”, acrescenta a nota.

“De comunidades acolhidas”, os participantes desejam continuar “a construir comunidades que acolhem a todos, servem os mais vulneráveis da sociedade, dialogam com o diferente e veem na diversidade cultural e religiosa um sinal dos tempos a discernir para a construção da única família humana”, salienta o comunicado.

Publicado: Sexta, 23 Outubro, 2015

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter