AIPA

Bruxelas vai ajudar estabilização de África com 1.800 milhões de euros

Texto: DN | Foto: Direitos Reservados 

Fundo de emergência procurará combater imigração ilegal, anunciou esta quarta-feira o Jean-Claude Juncker, em Estrasburgo.

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, propôs hoje a criação de um fundo de emergência de 1.800 milhões de euros para ajudar a estabilização de regiões de África, de modo a combater a imigração ilegal.

"A Comissão Europeia propôs hoje o estabelecimento de um fundo de emergência, num valor inicial de 1.800 milhões de euros dos nossos recursos financeiros comuns para enfrentar a crise no Sahel, no Corno de África e no Norte de África", salientou Jucker, no seu primeiro discurso sobre o estado da União Europeia (UE) perante o Parlamento Europeu, em Estrasburgo.

O líder do executivo comunitário salientou ainda que o objetivo é ajudar a combater as causas da instabilidade e a imigração ilegal.

"Este é um tempo para a humanidade e para a dignidade humana", adiantou.

Publicado: Quarta, 09 Setembro, 2015

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter