AIPA

Mulheres imigrantes partilham histórias de vida e culturas num encontro feminino com o grupo ’Cuida-te’

Ao longo dos últimos anos, a AIPA tem feito inúmeras visitas a centros sociais e paroquiais, a lar idosos e centros de dia, onde histórias de vida e culturas são partilhadas entre imigrantes e os utentes.

Na passada terça-feira, 10 de março, a convite do Centro Social e Paroquial de Nossa Senhora de Oliveira, na Fajã de Cima, e através da sua valência de Apoio familiar e Aconselhamento Parental , a Associação visitou o grupo ‘Cuida-te’. Este é um conjunto de mulheres desempregadas que desenvolvem as suas competências e elevam a sua autoestima.  

Passados poucos dias do Dia Internacional da Mulher, este foi um encontro no feminino e, como tal, a AIPA fez-se acompanhar por três mulheres imigrantes de países como Angola, Brasil e Moçambique.

Maria Cristina Borges, Iracema Oliveira e Julieta Tondela partilharam experiências de vida, falaram dos seus países e culturas.

 

Num momento em que vieram à conversa temas como o das dificuldades de integração e da importância da diferença de culturas, estas mulheres deixaram frases motivadoras ao grupo ‘Cuida-te’. Para Cristina Borges é importante o ‘perdão’, a ‘amizade’ e o ‘respeito’. Julieta Tondela reforça no seu discurso que o principal é ‘ser feliz’, ‘não deixar de aprender’ e ‘parar é morrer’. Por fim, Iracema Oliveira aconselha que não se deve ‘guardar rancor’ e que os problemas antigos ‘devem ficar lá trás’. 

Publicado: Quarta, 11 Maro, 2015

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter