AIPA

Adolescente relata travessia arriscada de migração da África para a Europa

Texto: Globo | Foto: Direitos Reservados 

Com 16 anos, jovem fez a viagem para a Itália para fugir das gangues criminais do seu país, a Somália.

O número de migrantes que tem se arriscado na travessia da África para a Europa este ano já é um recorde. Na Itália, um dos que conseguiram vencer o Mar Mediterrâneo fez um relato assustador da viagem.

Entre as histórias dramáticas e perturbadoras, de crianças e jovens que fizeram a travessia da Líbia à Lampedusa, o relato de Ismail. Com 16 anos, fez a viagem para fugir das gangues criminais do seu país, a Somália.

“Se você diz não para elas, matam você”, revelou. “Quando cheguei à Líbia me deram ‘boas vindas’ ao inferno. Bateram em mim com uma vara, me ameaçaram de morte se eu não pagasse US$ 4.700 para embarcar. Durante a travessia, o barco parou e todos choraram. Pensamos que íamos morrer, mas Deus ajudou”.

Ismail foi resgatado no Mar Mediterrâneo no mês passado. Pelo menos 700 crianças desacompanhadas esperam para iniciar o processo de integração, em orfanatos da Itália.

Só este ano, o número de barcos trazendo migrantes chegou a quase oito mil, superando o recorde de 2014 no mesmo período. Um aumento de 43%.

 

Os mortos afogados também são mais numerosos do que no ano passado. As previsões para 2015 são espantosas: de 500 mil a um milhão de pessoas deverão deixar a Líbia, para entrar na Europa pela Itália.

Ver reportagem: http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2015/03/adolescente-relata-travessia-arriscada-de-migracao-da-africa-para-europa.html

Publicado: Segunda, 09 Maro, 2015

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter