AIPA

Retrocesso na UE

A Alemanha pretende expulsar os imigrantes provenientes da União Europeia que não encontrem trabalho após três a seis meses da sua chegada ao país. O governo da chanceler Angela Merkel quer assim acabar com a "imigração da pobreza", protagonizada, na maioria, pelos cidadãos romenos e búlgaros que se candidatam às prestações sociais alemãs. Este é mais um péssimo exemplo da política de imigração na UE. 

Publicado: Sexta, 04 Abril, 2014

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter