AIPA

EXTENSÃO PANAZOREAN NO CMIF

Encerrada a primeira edição com um balanço altamente positivo que ultrapassou as nossas expectativas, o Panazorean - Festival Internacional de Cinema sobre Migrações e Interculturalidade, já está a trabalhar para a sua segunda edição e irá realizar durante este ano diversas atividades paralelas.

Em parceria com o CMIF, Centro de Monitorização e Investigação de Furnas, o Panazorean apresenta uma extensão do festival na qual serão apresentados 4 dos filmes vencedores da 1ª edição. O evento, com entrada gratuita, decorrerá no fim-de-semana de 2 e 3 de junho, neste Centro, localizado na Lagoa das Furnas e os filmes exibidos serão “AMÉRICA”, “DIE FREMDE”, “PDL-LIS” e “50 PESOS ARGENTINOS”. Tal como aconteceu durante o Festival, após a visualização dos filmes realizar-se-ão debates sobre os temas em questão.

Esta iniciativa, que resultou de um protocolo entre a AIPA- Associação dos Imigrantes nos Açores - e o CMIF, pretende levar o Panazorean a quem não teve oportunidade de participar e, por outro lado, dar a conhecer os filmes vencedores desta primeira edição.

Relembramos sobre o CMIF: O Centro de Monitorização e Investigação das Furnas, situado na margem sul da Lagoa integra uma intervenção mais alargada que articula, num único projeto e de forma transversal, os programas e ações do Plano de Ordenamento da Bacia Hidrográfica da Lagoa das Furnas (POBHLF), nomeadamente a requalificação das margens. Inaugurado a 1 de julho de 2011, este edifício, da autoria do arquiteto mundialmente (re)conhecido, Manuel Aires Mateus, assume, desde logo, um papel importante na divulgação das ações de recuperação ecológica desenvolvidas no âmbito da recuperação da qualidade da água e o ecossistema da Lagoa das Furnas. O CMIF dispõe de uma área de acolhimento ao visitante onde é disponibilizada informação sobre o projeto, bem como uma exposição interativa/multimédia que permite ao visitante “viajar” pelo património natural do vale das Furnas e a sua lagoa, conhecendo a sua geologia e vulcanismo, ecossistemas lacustres e limnologia, hidrópole, fauna e flora nativas. Complementarmente, dispõe de uma área de investigação e monitorização, bem como uma área exterior envolvente que engloba uma zona de estadia e merendas e, instalações sanitárias, parque de estacionamento e um amplo espaço verde com vista privilegiada sobre a Lagoa.

Programa:

Sábado 2 de junho:

“PDL-LIS”, Diogo Lima, Portugal, doc., 2011, 28’.

Prémio Melhor Filme Regional e Prémio Novo Talento Regional Panazorean 2012

A que sabe voltar à casa que julgamos querer abandonar de vez? Um jovem a estudar em Lisboa faz uma viagem a São Miguel para descobrir qual é a sua relação com a terra-natal à medida que a distância e o tempo os vão separando. Percorre e filma com um novo olhar os sítios onde cresceu e que até agora lhe traziam uma sensação agridoce. Neste exercício para um atelier de documentário da sua licenciatura, Lima repete continuamente que odeia a sua terra, mas é difícil acreditar nisso.

“AMÉRICA”, João Nuno Pinto, Portugal/Brasil/Rússia/Espanha, fic., 2010, 111’. Prémio Melhor Filme Nacional Panazorean 2012

“América” dá-nos a conhecer Liza, uma jovem russa que está casada com Vítor, um português. Fernanda, a ex-mulher espanhola de Vítor, aproveitando a chegada massiva de imigrantes ilegais a Portugal, quer fazer negócio com a falsificação de passaportes. A partir de então, e para desespero de Liza, a sua casa converte-se num centro de reinserção social para imigrantes de nacionalidades e raças diferentes, todos à procura de um futuro melhor. Entre eles encontra-se Andrei, um jovem ucraniano procurado pela máfia russa... Depois da experiência da realização em publicidade, a primeira longa-metragem do realizador João Nuno Pinto decorre num Portugal que “mudou radicalmente nos últimos dez anos”, com a entrada de milhares de imigrantes africanos, brasileiros e de Leste, transformando o país numa “espécie de América dos pobres e desfavorecidos”. Segundo a sinopse oficial, o filme é “uma história trágica e irónica, contada em tom de comédia burlesca”, que conta no papel principal com a atriz russa Chulpan Khamatova, a quem já tivemos a ocasião de ver brilhar no filme “Good Bye, Lenin!”.

Domingo 3 de junho:

“50 PESOS ARGENTINOS”, Manuel Bernardo Cabral, Portugal, fic., 2012, 25’ Prémio do Público Melhor Filme Regional Panazorean 2012

José Custódio e Idalina recebem 50 pesos numa carta que lhes chega do irmão, há muito embarcado para a Argentina sem dar notícias. A inicial emoção de o saberem vivo dá lugar a sonhos de gente simples que, num infundado paralelismo com o dólar americano, vê nesses cinquenta pesos uma grande quantidade de dinheiro. Mas o câmbio é uma coisa cruel e, no banco, a dura realidade do baixo valor do peso argentino desfaz em fumo os sonhos que nunca deveriam ter sonhado.

“DIE FREMDE”, Feo Aladag, Alemanha, fic., 2010, 119’

Prémio Melhor Filme Internacional Panazorean 2012

Fugindo de maus-tratos num casamento infeliz em Istambul, a jovem turco-alemã Umay decide pegar no seu filho Cem e regressar a Berlim, a casa dos pais, à procura de uma vida melhor e da sua verdadeira emancipação. Mas, apesar de todos os laços afetivos que mantém na Alemanha, Umay descobre que não poderá contar com o apoio da família. “Hoje bate, amanhã acaricia. Não vale a pena fugir de casa só por causa de um par de estaladas, não é?”. Divididos entre o amor familiar e o respeito pelo código de honra tradicional, os pais e irmãos de Umay não conseguem pôr de lado as tradições que seguem e apoiar a jovem, gerando uma situação que poderá colocar em risco a vida dela. “Die Fremde”, que se traduz como “A Estranha”, é um filme de ritmo preciso e fotografia bem cuidada, que analisa conflitos entre tradições e valores culturais mais recentes, contrapõe regras tribais a direitos humanos atualmente consagrados, e apresenta o choque entre os conceitos comunitários de honra e o amor entre membros de uma mesma família. Um tipo de confronto que é mais comum observar-se no espaço privado, de porta fechada, mas que não nos deveria passar despercebido.

Publicado: Quarta, 30 Maio, 2012

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter