AIPA

Imigrantes: Como José, Salomão e Andriy se integraram e abriram negócios

Lisboa, 08 dez (Lusa) - José e Salomão, brasileiros, e Andriy, ucraniano, escolheram Portugal para fixar a sua vida e abrir o seu negócio. Criaram empregos, pagam impostos, contribuem para a economia, mesmo em tempos de crise.

Estas são três histórias de imigrantes empresários contactados pela Agência Lusa que fazem parte dos 14,2 por cento dos estrangeiros que exerciam uma atividade por conta própria em Portugal, em 2007, segundo dados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico.

Salomão Oliveira nasceu na Baía, mas cedo se mudou para Minas Gerais, onde viveu até aos 29 anos, idade com que veio para Portugal. De Minas Gerais, trouxe uma iguaria, o pão de queijo, que oferecia aos amigos, em casa, até que um dia foi a um café mostrar o produto. "O objetivo era pagar a natação e a música das meninas. Não pensávamos em montar uma empresa", esclarece.


Ler mais: http://aeiou.expresso.pt/imigrantes-como-jose-salomao-e-andriy-se-integraram-e-abriram-negocios=f693087#ixzz1g3I6RcFp
Expresso, 8 de Dezembro de 2011.

Publicado: Sexta, 09 Dezembro, 2011

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter