AIPA

Desempregados e sem visto

A grande maioria (67%) dos candidatos ao Programa de Retorno Voluntário (PRV) ao Brasil encontra-se em situação irregular (89% sem visto) e está em Portugal há menos de cinco anos (59%) . Observa-se que predominam os homens (58%) e que os empregos se centram nos serviços (47%) e na construção civil (25%), no distrito de Lisboa (56%). Grande parte dos emigrantes que aderem ao PRV tem habilitações literárias ao nível do ensino secundário (55%) e básico (38%). E predominam os emigrantes com idades compreendidas entre os 31 e os 50 anos (53%), seguindo-se naturalmente a faixa entre os 18 e os 30 anos (35%). As principais razões apontadas para o regresso ao país de origem são o desemprego (53%) e a regularização da situação (15%). «Normalmente, são situações muito complicadas do ponto de vista familiar, onde a vulnerabilidade é muito grande», explica o dirigente da Organização Internacional para as Migrações, Luís Carrasquinho. A maior parte dos pedidos que chegam à OIM são de imigrantes com residência em Lisboa, Setúbal e Faro.

Sol, 15 de novembro de 2011.

Publicado: Quarta, 16 Novembro, 2011

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter