AIPA

Migração repatria cidadãos em situação ilegal

O Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) na província do Zaire repatriou, nos últimos sete dias, 200 cidadãos estrangeiros em situação migratória ilegal.
Uma nota do SME na província do Zaire, a que a Angop teve ontem acesso, indica que os referidos cidadãos foram repatriados por entrada e permanência ilegal em território angolano.
O documento revela que, comparativamente ao período anterior, se registou um aumento de 104 casos. Do total de cidadãos repatriados, 160 cidadãos foram-no através do posto de travessia fluvial de Kimbumba (Soyo), 36 no posto fronteiriço do Luvo (Mbanza Kongo) e quatro na comuna do Buela, município do Kuimba.
No mesmo período, o Serviço de Migração e Estrangeiro recusou a entrada a 20 cidadãos da RDC, por falta de documentos de viagem e de meios de subsistência. Os factos ocorreram nos municípios de Mbanza Kongo, Soyo e Kuimba.
A nota de imprensa avança ainda que, no quadro do controlo e combate à imigração ilegal, foram interpelados 152 cidadãos estrangeiros de diversas nacionalidades, mais 59 em relação à semana finda.

Jornal de Angola, 13 de Agosto de 2011.

Publicado: Sbado, 13 Agosto, 2011

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter