AIPA

Líder do MEP lembra passado na área da Imigração e defende direitos políticos

Lisboa, 27 mai (Lusa) -- O líder do MEP, Rui Marques, garantiu hoje que os direitos políticos dos emigrantes e a coesão social nas comunidades de estrangeiros em Portugal teriam toda a atenção se tivesse continuado a ser Alto Comissariado para a Imigração. Esta manhã Rui Marques voltou ao Centro Nacional de Apoio ao Imigrante (CNAI), em Lisboa, enquanto presidente do Movimento Esperança Portugal (MEP) para "atualizar informações" e confirmar que o país continua a ser um "exemplo de excelência" no acolhimento e integração de imigrantes. Porém, ainda "há muito por fazer nos direitos políticos", afirmou o responsável do MEP, defendendo que residentes a partir do quinto ano, mesmo sem nacionalidade portuguesa, deveriam poder votar para integrarem a comunidade politica.

 

Publicado: Tera, 31 Maio, 2011

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter