AIPA

Parlamento aprovou lei que protege estrangeiros

A Câmara dos Deputados do México aprovou, no fim-de-semana, por unanimidade, a proposta da nova Lei de Migração que garanta o respeito dos direitos dos estrangeiros em situação irregular, que tentam, atravessando aquele país, chegar aos Estados Unidos. Uma das medidas da nova lei é a criação de um corpo de Polícia de guarda fronteira, que vai actuar sob orientação da Procuradoria-Geral da República. Dados da Comissão Nacional dos Direitos Humanos do México referem que em metade dos 32 Estados do país são proferidas ameaças aos que tentam utilizá-lo para chegar aos Estados Unidos. O novo texto da Lei de Migração inclui também o respeito irrestrito pelos direitos humanos dos imigrantes, independentemente da sua origem, nacionalidade, género, etnia, idade e estatuto de imigração, legal ou não. A proposta de lei foi aprovada num momento em que a comunidade internacional alerta o Governo do Presidente do México, Felipe Calderón, sobre o elevado número de mortos de imigrantes.

Jornal de Angola, 2 de Maio de 2011.

Publicado: Quarta, 04 Maio, 2011

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter