AIPA

ASSOCIAÇÕES DE IMIGRANTES QUEREM Consagração do direito de voto dos estrangeiros

O presidente da Plataforma das Estruturas Representativa das Comunidades de Imigrantes em Portugal (PERCIP) defendeu ontem a consagração na revisão constitucional do direito de voto aos imigrantes, para "contrariar a invisibilidade política a que estão remetidos". “É absolutamente central a criação de condições para contrariar a invisibilidade política a que estão remetidos os imigrantes neste momento em Portugal. Achamos que deve haver um alargamento da participação política dos imigrantes legalmente residentes em Portugal”, defendeu Paulo Mendes, em declarações à agência Lusa. Numa altura em que se preparam os termos da próxima revisão constitucional, o presidente da PERCIP considerou que a capacidade eleitoral dos imigrantes deve ser extensiva “a todos os momentos eleitorais”, sejam locais, regionais ou nacionais, “independentemente do princípio de reciprocidade”. “É certo que as eleições a nível local têm uma proximidade maior, mas hoje, mais do que nunca, as decisões a nível regional e nacional interferem também com o quotidiano das pessoas”, afirmou. Paulo Mendes frisou que “faz todo o sentido” esta extensão do direito de voto aos imigrantes, “sobretudo quando existe cada vez mais distanciamento entre a população e a política”. “Entendemos que é central que os poderes políticos possam utilizar todos os instrumentos que têm à sua disposição para minimizar este afastamento”, afirmou, recordando que os imigrantes representam "cinco por cento da população residente e mais de 10 por cento da população activa" em Portugal, mas não têm “representatividade no espectro político português”. Paulo Mendes defendeu que esta “é a altura de dar maior visibilidade política dos imigrantes”, frisando que “Portugal é hoje um espaço de acolhimento consolidado em termos das comunidades de imigrantes”, pelo que "mina os próprios alicerces da democracia deixar uma parte significativa da população portuguesa fora deste processo".

Jornal A União, 28 de Janeiro de 2011.

Publicado: Tera, 01 Fevereiro, 2011

Retroceder

Associe-se a nós AIPA

Agenda

Subscreva a nossa newsletter